quinta-feira, 11 de setembro de 2014

12ª Semana de Ação Mundial - Direito à educação inclusiva: por uma escola e um mundo para todos




 

A Semana de Ação Mundial - SAM é uma iniciativa da Campanha Global pela Educação - CGE, realizada simultaneamente em mais de 100 países, desde 2003. O objetivo é de envolver a sociedade civil em ações de incidência política, de modo a exercer seus direitos e deveres, afim de que os acordos internacionais da área sejam cumpridos, entre eles o Programa Educação para Todos (UNESCO, 2000). No Brasil, a SAM é coordenada pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, em parceria com outros movimentos, organizações e redes.

Desde 2008 o Conselho Municipal de Educação de São Leopoldo - CME/SL tem a Comissão de Educação Inclusiva que já propôs e instituiu normas para o Sistema Municipal de Ensino do município sobre as seguintes temáticas: Relações Étnico-raciais e História e Cultura Afro-brasileira, Africana e Indígena; Educação Especial, na Perspectiva da Educação Inclusiva e a Educação Ambiental. Além disso, mantém continuamente estudos e discussões sobre a Educação Inclusiva. Com toda nossa caminhada, o Colegiado sentiu-se convidado a participar da ação e dessa forma organizou sua Plenária Ordinária do mês de setembro do corrente ano para dia 24 às 13h, no período da SAM. Neste dia a Plenária ocorrerá na Faculdade EST, no Auditório Ernesto Schlipper, Prédio S, Faculdades EST – Rua Amadeo Rossi, 467, Morro do Espelho - São Leopoldo/RS. A Plenária terá participação das entidades: Associação de Pais e amigos dos Autistas do Vale dos Sinos - AMA/VS, Associação Pandorga, EMEF Maria Emília de Paula e Secretaria Municipal de Educação - SMED. Assim estas terão mais um momento para apresentar o trabalho que desenvolvem em relação à Inclusão no município.

Toda comunidade capilé está convidada a participar desse momento para ampliar os conhecimentos e discutir a construção das políticas públicas para o município, uma vez o Plano Municipal de Educação está em elaboração.


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

08 de Setembro - Dia Mundial da Alfabetização


Dia 08 de setembro é o Dia Mundial da Alfabetização, o processo que desenvolve nossas habilidades de leitura e nos torna capazes de identificar e decifrar os códigos escritos.



 
Há, no mundo, cerca de 880 milhões de adultos que não sabem ler e nem escrever. O desenvolvimento econômico, o progresso social e a liberdade dos seres humanos dependem do estabelecimento de um nível básico de alfabetização em todos os países do mundo.

Fala-se em alfabetização básica, quando uma pessoa sabe ler, escrever e conhece as principais regras de cálculo. Segundo a UNESCO, uma pessoa é analfabeta quando não consegue ler ou escrever uma pequena frase sobre sua vida. No entanto, aos números mencionados acima, podemos adicionar as centenas de milhões de “analfabetos funcionais”, pessoas que sabem ler e escrever uma frase simples, mas não vão muito além disso. Por exemplo, não sabem preencher um formulário, interpretar um artigo de jornal ou usar os números na dia-a-dia.

Talvez a definição mais correta de alfabetização seja do pedagogo brasileiro Paulo Freire:

“A alfabetização é mais, muito mais, que ler e escrever. É a habilidade de ler o mundo, é a habilidade de continuar aprendendo e é a chave da porta do conhecimento”.
 
 
 
 
 
São Leopoldo, assim como diversas outras cidades do Brasil, aderiram a Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa - PNAIC. Os(as) professores(as) que lecionam no anos do Bloco Pedagógico realizam formação sobre a alfabetização como um todo, não apenas para ensinar a ler e a escrever. Este ano o tema é Alfabetização Matemática e ano passado foi sobre Linguagem. A formação visa qualificar o processo de ensino e aprendizagem de modo que os(as) estudantes sejam considerados(as) plenamente alfabetizados(as) ao final do 3º ao do Ensino Fundamental.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Feliz Dia do(a) Supervisor(a) Escolar



Companheiros(as) na busca por dias melhores e educação de qualidade, nossos parabéns!

Que o prefixo que antecede o nome de tão importante profissão possa acompanhar todos os bons momentos de sua vida.

Assim... um super dia para você!
(Autoria desconhecida)

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Fórum Municipal de Educação promove evento sobre o Plano Municipal de Educação


Fotos: Fabiane Bitello e Angela Dillenburg




No dia 15 de agosto, o Fórum Municipal de Educação de São Leopoldo – FME/SL promoveu uma formação de preparação para a comunidade Leopoldense sobre o Plano Municipal de Educação - PME. O evento ocorreu no Teatro Municipal e contou com a palestra da professora Márcia Carvalho, pessoa responsável pela implementação dos Planos Municipais em 50 cidades do RS.

Os conselheiros do CME/SL participaram da formação, pois terão como atribuição fazer proposições que serão encaminhadas ao FME/SL, por meio dos que estão representando o Colegiado no Fórum.

A professora Márcia, falou dos PNEs (2001-2010 e 2014-2024), que o anterior ficou como uma Carta de Intenções por falta de definições dos recursos financeiros. Já o atual aprovado neste ano, Lei Federal nº 13.005, prevê os investimentos necessários. Dessa forma, as estratégias são exequíveis para atingir as metas estabelecidas. A sua palestra teve o intuito de provocar reflexões para além do PME, pois falou das responsabilidades, direitos e deveres dos atores da educação. Explanou cada meta ao reforçar a importância de atingir cada uma.

Ao final informou alguns sites que podem ser consultados para auxiliar na elaboração do PME:



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Reunião da Regional AMVRS/AMPARA em Rolante


Os presentes foram recepcionados pela presidenta do CME de Rolante, Sra. Joyce Costa, que deu início as atividades com uma apresentação teatral, uma esquete intitulada “Mas que assalto!” produzida por alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Independência.

Vários temas foram tratados com os CMEs presentes, em sua maioria, assuntos oriundos da última reunião da UNCME-RS. Um deles foi sobre os Planos de Educação que possuem prazos para sua execução e aprovação pela Câmaras, Estadual e Municipais. Sobre o PME o Fórum Municipal de Educação de São Leopoldo está organizou uma formação com a Prof. Márcia Carvalho sobre o PME. Já o CME/SL fará Plenárias Extraordinárias para estudar o PNE e fazer as devidas proposições para o município.

Outro tema foi sobre as Caravanas UNCME-RS, que ocorrerão duas neste semestre e um dos temas que serão abordados é sobre os Planos de Educação. 

E ainda que em 15/08 será assinado um TAC entre o Ministério Público e Tribunal de Contas com os Prefeitos e os Secretários de Educação sobre as estruturas dos CMEs, inclusive sobre o financiamento. Os prefeitos terão que se comprometer em manter o CME de acordo com o tamanho do município. Tudo isso é para ter articulação entre os órgãos e o CME ter como realizar todas as suas atribuições. A ação é para garantir um trabalho em conjunto entre CMEs e Secretarias de Educação para garantir a qualidade da educação e os direitos dos Estudantes.

Próxima reunião será em Presidente Lucena, no dia 17 de setembro.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

CME/SL em São Gabriel: formação para a rede municipal

O CME/SL mais uma vez se fez presente na cidade de São Gabriel, sendo que desta vez dialogou diretamente com toda a rede pública municipal, representada pelos professores e professoras da Educação Básica. O tema central do debate esteve focado no papel do CME dentro da instituição do Sistema Municipal de Ensino – SME, sendo que São Gabriel está a um ano discutindo e já elaborou Projeto de Lei que trata do tema.



A Presidenta do CME/SL, professora Fabiane Bitello, procurou trazer ao conhecimento e debate da rede municipal gabrielense todos os aspectos positivos que a instituição de um Sistema Municipal possibilita, bem como apontou que o foco principal de melhoria será visto diretamente na ponta do SME, as escolas.

Além do SME, Fabiane também se preocupou em apontar a necessidade de construção do Plano Municipal de Educação - PME, com base no novo Plano Nacional de Educação sancionado através da Lei Federal nº 13.005/2014. Este Plano Municipal tem o diferencial pois se trata de metas e estratégias para todo o território gabrielense, campo e cidade, rede pública e privada, entre tantas outras particularidades. Com isso, vê a necessidade de uma maior apropriação dos termos do PNE, para sim construir um PME plausível e que realmente possa implementado.

O encontro com a rede foi muito positivo, sendo a representante da Secretaria Municipal de Educação, professora Patrícia Biscaglia Pozzatti, apontou que “A rede precisa de constantes períodos de formação e que estes possibilitam uma oxigenação de ideias e novos movimentos acabam por se realizar.”. Já o Presidente do CME/São Gabriel, professor Jorge Vanderlei Carvalho Silva, coloca que “Os professores precisam apropriar-se do tema Sistema Municipal de Ensino para auxiliar que o mesmo seja instituído o mais breve possível, dando assim maior agilidade e qualidade para a Educação de São Gabriel.”.

Fabiane Bitello
Presidenta CME/SL
3ª Vice-Coordenadora da UNCME-RS


CME/SL participa de formação em Nova Santa Rita



Na noite de 21 de julho, o CME/SL esteve presente na formação para as Equipes Diretivas da rede municipal de Nova Santa Rita, onde o tema abordado foi a Gestão Democrática e os Conselhos Escolares. O encontro ocorreu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Miguel Couto e foi coordenado pela Secretária Municipal de Educação, professora Elaine da Rosa.

A Presidenta Fabiane Bitello, representando o CME/SL, abordou temas como a importância da comunidade escolar e local participar das decisões da escola e que a Gestão Democrática vai além da eleição direta para diretores. A Gestão abarca Grêmios Estudantis, Conselhos Escolares, Sistemas Municipais de Ensino e tudo o que estiver relacionado a descentralização das decisões no convívio escolar.

O CME/SL também apontou a trajetória da caminhada da cidade de São Leopoldo na implantação e implementação dos Conselhos Escolares, uma caminhada de quase quatro (04) anos e que vem carregada de vitórias para a participação da comunidade como um todo dentro de cada unidade escolar da rede pública municipal.

Nova Santa Rita está discutindo a implantação da lei municipal que estabelece a criação dos Conselhos Escolares e caminha para a construção da lei sobre eleição direta para diretores.


Assessoria Técnica CME/SL